Texto da vez: Estou sentada na varanda...

22 de novembro de 2017

(Imagem: Tumblr)

Estou sentada sozinha na varanda da minha casa às 1h da manhã. Queria ter uma bebida para me acompanhar e ficar parecendo aqueles filmes americanos, mas não sou muito fã de álcool.

Você deve estar se perguntando o que eu estou fazendo sozinha e a essa hora sentada numa varanda. Então vamos às respostas: a) eu gosto de ouvir o barulho do silêncio; b) acho a noite incrível, principalmente quando está chovendo; c) minha cabeça está com milhares de pensamentos por hora e eu preciso me acalmar; d) não estou conseguindo fazer nada; e) e a coisa mais óbvia, estou sem sono.

Fico me perguntando o que há nessas ruas durante o dia e porquê elas ficam tão vazias a noite. O que há dentro de todas essas casas, umas com luzes acesas e outras com luzes apagadas. O que estão fazendo as pessoas, algumas podem estar mexendo no celular, outras dormindo, outras assistindo TV, outras na cozinha, outras fazendo tarefa da faculdade/escola e outras como eu, ansiosas.

É um pouco estranho olhar daqui, não vejo nada, apenas uma rua vazia com várias casas, alguns postes acesos e eu sentada na varanda.

Imagino que na casa XX more uma velhinha, já que tem várias plantas ali. Na casa YY alguma mãe com seu filho adolescente. Na casa AA uma família completa, seja lá o que isso significar. E na casa 107 o amor da minha vida.

Agora me deu vontade de ter um cigarro e uma dose de vodca, isso seria tão americano (penso e sorrio). Ainda estou na varanda e os pingos de chuva estão caindo. É tão lindo daqui. É tão vazio. É tão poético.



Acompanhe o blog nas Redes Sociais: 

Um comentário: