Diferença de idade no namoro

11 de março de 2013


A idade não deveria interferir muito, sinceramente falando. Mas a gente bem sabe que não é a gente que define isso sempre. O olho torto daquela tia chata porque ele é alguns anos mais velhos (ou mais novo) ou até mesmo um receio que parte de você. A gente bem sabe também que idade não define muita coisa mesmo e que, no fundo, o que manda é a maturidade.  Ele pode ser 10 anos mais velho ou ter uns 5 anos a menos que você, você pode estar saindo da faculdade e ele chegando ainda, mas no fim a maturidade é que vai prevalecer.
E muito mais importante que a maturidade da pessoa em si ou até mesmo a sua maturidade, é a maturidade do casal. O quanto vocês combinam, o quanto se somam, o quanto, apesar das diferenças, vocês se gostam.  Conflitos aparecem em qualquer namoro e às vezes aquela sensação de que a pessoa vive uma fase diferente da sua, ou que os planos dela vão muito além do que você imagina porque se trata de uma pessoa mais velha pode persistir por um tempo, mas cabe a vocês lidar com isso também. E se ele é uma pessoa mais nova, entenda que ele também terá o tempo dele, de viver as coisas dele e que nem sempre é fácil para ele lidar com uma pessoa mais velha.
Um namoro é também uma parceria, é um pactuo mútuo que ambos se propõe a viver. E respeitar as diferenças é essencial. Vivê-las, superá-las e ver que detalhes são sim importantes, mas são só detalhes. E se a família implicar mostre que há sentimento, há razão, há vontade de permanecer juntos e há vontade de enfrentar as barreiras, inclusive essas da idade. Não é difícil encontrar por aí algum casal que superou a idade e ela com um tempo passou a ser só um mero detalhe.
Por fim, a sintonia de vocês é o que vai contar. O quanto um respeita o outro, o quanto ambos respeitam essa diferença e se entendem por isso. E se a idade é motivo de briga entre o casal, reflita um pouco: Por quê? O que te faz ser tão diferente dele simplesmente porque é mais velha ou mais nova? Será mesmo que a idade é tão importante assim a ponto de impedir vocês de ficarem juntos?
Por fim, prevalece o sentimento. E vocês podem tirar proveito dessa diferença e um acrescentar experiências e aprendizados na vida outro. Ficar pensando no que os outros vão achar não vale à pena. Siga o coração de vocês e sejam felizes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário